fbpx

 

Várias modalidades são lecionadas na Escola JL.

São elas: Ballet Clássico, Ballet Contemporâneo, Jazz, Hip Hop, Ragga Dance, Sertanejo Universitário, Forró Universitário, Dança do Ventre, Salsa, Bolero, Tango, Rock Soltinho, Samba de Gafieira, Zouk, Zumba, Kizomba, Lady Style, Samba Rock e Danças Urbanas. Venha fazer uma aula experimental e conheça nossa dinâmica!!!! DANÇAR NUNCA FOI TÃO FÁCIL!!!!
Por surgir após o segundo movimento sertanejo (o sertanejo romântico), esse estilo já não conta com letras tão regionais e situações vividas por caipiras (como o Sertanejo raiz). Geralmente as músicas tratam de assuntos do Sertanejo romântico da forma como os jovens veem . Uma outra explicação para a origem desse movimento sertanejo é de cunho também social. A partir da década de 90 muitos jovens oriundos de regiões interioranas dos estados ingressaram nas universidades, com isso trouxeram seus violões e romperam definitivamente com estigma do universitário que era associado a vários outros estilos. Com violas e violões, disseminaram nos campus e repúblicas a velha música sertaneja de raiz. Com o passar dos tempos foram associando ao violão ou mesmo a viola instrumentos modernos como guitarras, baixos, bateria, metais e instrumentos de percussão. O resultado inicial disso foi uma nova roupagem das antigas e clássicas raízes sertanejas que com o avançar dos anos vem tomando grande espaço na mídia. Letras e musicas simples entraram na cabeça das pessoas o que faz com que a cada dia surja novas duplas e conjuntos sertanejos.
Gênero musical surgido no estado brasileiro do Espírito Santo, na cidade de Itaúnas, sendo mais dançado no estado do Ceará. A origem da palavra forró é controversa. Há a versão mais popular de sua origem, a de que o nome viria dos dizeres “For All” (em inglês “para todos”). A razão de ser mais difundido é a facilidade do aprendizado e a flexibilidade da dança possibilitando a adaptação de passos de ritmos. Hoje o forró é dividido em vários estilos, entre eles:xote, xaxado,coco, vanerão,quadrilha, rastapé entre outros. A popularização do ritmo se deu mesmo a partir da década de 40, com Luiz Gonzaga, pernambucano que veio para o Rio de Janeiro e gravou inúmeras músicas, que falavam do cotidiano nordestino. .É impossivel conhecer alguém que não saiba um pedaço do trecho da musica > asa branca, hino do pernambucano.
O Tango mescla o drama, a paixão, a sensualidade, a agressividade, é sempre e totalmente triste. O ritmo é sincopado, tem um compasso binário. O Tango é mais do que simplesmente uma postura precisa e um passo estável. Foi desenvolvido na Argentina e no Uruguai no século XIX. A dança resulta da fusão da música européia, africana e gaúcha. Os amantes dessa dança caracterizam o Tango como forma de estar na vida, uma linguagem da alma . AQUI NA JL a AULA DE DANÇA DO SALÃO envolve o Tango, Bolero, Salsa e Rock Soltinho.
O Samba de Gafieira é um estilo de dança derivada do maxixe no inicio do século XX. Existem muitas opiniões diferente entre pesquisadores sobre a origem do samba, porém , a maioria concorda que as raízes vêm da mistura de influências africanas e européia. Hoje é um ritmo popularmente famoso e a cara do nosso País! Raras são as pessoas que não tem um trecho de samba na ponta da língua!
É um tipo dança que surgiu da criatividade dos frequentadores dos bailes em casas de família e salões da periferia de São Paulo no final da década de 60 começo da década de 70 mesclando se os movimentos do rock and roll  com os passos do Samba de gafieira ao som das equipes a despeito deste ou daquele ritmo importando tão somente o tempo da música em relação à dança. A forma de se dançar samba-rock foi sendo aprimorada com os festivais de dança de onde os dançarinos disputavam entre si para ver quem era o melhor. As disputas entre os dançarinos de samba-rock seguiam os mesmo moldes do filme “Embalos de Sábado à Noite” onde tínhamos o júri técnico formado primeiramente por aqueles que se julgavam serem os melhores dançarinos da época e que julgavam a parte técnica da dança tempo contra tempo, erros, passos inéditos, quantidades de passos, qualidade dos passos e dificuldades dos passos, em alguns festivais tinha-se também o chamado júri popular onde se escolhiam alguns frequentadores destes bailes para junto com o júri técnico escolherem os melhores em uma escala de um a dez ou de dez a cem. Hoje é um dos ritmos mais apreciados pelos brasileiros.
A dança Soltinho é uma variação do Eastern Country Swing Americano, com a diferença de o soltinho ter a marcação do passo básico para os dois lados. Também foi chamado em algumas fontes de swing ou rock brasileiro. É uma dança que junta a ginga e a improvisação brasileira ao rock e o swing dos EUA. O Soltinho é apenas um estilo de dança, não existem músicas neste gênero. O que existem são muitas músicas que podem ser dançadas com o estilo soltinho. No Rio de Janeiro o soltinho começou a ser dançado a partir da década de 1980. Nos salões paulistanos ele começou a ser dançado no início da década de 1990, acompanhando o sucesso do samba de gafieira e do bolero vindos do Rio de Janeiro. O ritmo é contagiante pela sua relativa facilidade no aprendizado, pelos giros e alegria dos passos e pela improvisação no estilo. Além disso, o soltinho pode substituir outras danças: pode se dançar um swing, um rock lento ou mesmo um fox-trot.
Consta que seu nome deriva da palavra espanhola volero (devolar = voar) ou das bolinhas que eram usadas presas nos vestidos das dançarinas ciganas (boleras), que pareciam voar enquanto dançavam. Quanto à dança, sua origem é discutida: uma versão diz que se surgiu na Inglaterra passando pela França e Espanha com nomes variados (dança e contradança); outra versão, diz que veio do fandango – dança espanhola de origem árabe – muito popular, desde o século XVII e que fez sucesso no Brasil entre os séculos XVIII e XIX. Há, ainda, autores que apontam o bailarino espanhol Sebastian Cerezo como seu criador, em 1780, inspirado numa dança típica dos ciganos, fez uma variação baseada nas Seguidillas. O bolero, a princípio, era executado com acompanhamento de castanholas, violão e pandeiro, tal qual o fandango, enquanto o casal dançava sem se tocar, com sensuais movimentos de aproximação e afastamento. Assim como o bolero influenciou o Mambo, Chá-Chá-Chá e Salsa e ele também recebeu influência de outros ritmos como o Tango e apenas no Brasil, ele é dançado da forma como o conhecemos nos dias atuais com figurações, passos de efeito e dos muitos giros. Na maioria dos países latino-americanos ele é dançado de forma simples e lenta, sem muitas variações. Portanto quando você ouvir a expressão “dois pra lá, dois pra cá”, com certeza estarão falando do bolero, pois essa é a base para se dançar esse ritmo que se desenvolveu, principalmente, em Cuba e outros países da América Central, México, República Dominicana, Porto Rico. Na Europa ele é mais conhecido como rumba lenta. Sabe-se que o Bolero influenciou o mambo, o cha cha cha e a salsa. Na República Dominicana, surgiu, na década de 1960, uma variante do Bolero chamada bachata. O Bolero é uma dança agradável e elegante com música romântica com letras sentimentais e por isso permanece até nossos dias. Alguns movimentos do Bolero: * corte liso * leque * trocadilho

O HIP HOP emergiu em meados da década de 1970 nos subúrbios negros e latinos de Nova York. Estes subúrbios, verdadeiros guetos, enfrentavam diversos problemas de ordem social. Afrika Bambataa, reconhecido como o criador oficia do movimento, estabeleceu 4 pilares essenciais na cultura Hip Hop : o rap, o Djing, a breakdance e a escrita do grafite. Frequentemente, entre os envolvidos , há sessões de Freestyle e disputas realizadas numa cipher, um espaço de dança circular que se forma naturalmente uma vez que a dança começa.
A novas sensação na área fitness.  As academia e clubes estão bombando com esse ritmo que não só desfruta dos ritmos como a latina, Black, pop, rock, dance, jazz, hip hop, halls, eletrônico entre outros. E sem esquecer a queima calórica dependendo da intensidade da dança pode chegar ate ha 510 calorias. e hoje a Escola de Dança JL é a primeira escola de dança ha ter esses 2 programas Fitness.Não fique de fora dessa, venha curtir as melhores musicas e ainda cuidar do seu corpo.
Ragga Jam é uma expressão da cultura afro jamaicana: dancehall. Conceituado em Paris, em 1996, Ragga Jam nasceu de um profundo desejo de democratizar e levar essa cultura muito rica, através da dança, para o público grande. É um conceito pedagógico e visão coreográfica da cultura jamaicana. Meu objetivo era ensinar e coreografar esses ritmos e dança que este não era conhecido antes, vindo de “Streets of Jamaica”. É o espírito de danças de reggae jamaicano e no ritmo do Dancehall. O amor e respeito dessa cultura são traduzidos e compartilhada através de coreografias divertidas, ricas e sensível a variações musicais, em um conceito pedagógico, onde todos estão incorporados. Ragga Jam é a aula de dança dos meus sonhos, construído através da minha sensibilidade musical, a minha percepção da Jamaica e meu desejo de unir as pessoas através de uma cultura e da arte. Ragga Jam foi criado em um contexto particular. Na década de 90 na Europa, esta música nasceu (1993 por uma das primeiras faixas recebidos de Jamaica em todas as ondas, em particular Rádio Nova). Muito poucos sabiam, exceto no subterrâneo mundo do reggae. França estava recebendo as influências e as expressões artísticas da Antilhas Francesas, África, Magrebe e nos EUA. Hip hop foi estabelecido 10 anos ou mais atrás, e os eventos que foram organizados reagruparam todas essas influências diferentes. Ragga Jam foi, portanto, nasce de um contexto de diversidade e interesse de culturas diferentes entre as comunidades presentes. Ser onipresente na minha percepção e evolução da dança era a música hip hop, dos ritmos do Caribe e do poder e senso de dança Africano.
O Ballet clássico é uma dança suave, de coreografia bela e de uma delicadeza sem igual. O estilo tem origem italiana e depois passou por vários países carregando sempre um pouco de cada povo, assim foi se desenvolvendo para ser o que é hoje. Os dançarinos Ballet precisam ter muita técnica e precisão em seus movimentos para alcançar a plenitude da dança e só após muito treino e dedicaçãoé possível atingir um nível alto de excelência. Cada vez mais as pessoas se interessam pelo tema e em grandes teatros e casas de show companhias famosas e profissionais de renome apresentam o seu trabalho e encantam o público com a genialidade dos movimentos.
A dança contemporânea não impõe modelos rígidos; os corpos dos artistas não têm um padrão preestabelecido, bem com os tipos físicos. A maioria desses trabalhos incorpora novos movimentos e não mais os movimentos convencionais do balé ou das técnicas de dança moderna. Na segunda metade do século XX, a dança contemporânea ganhou estabilidade não só nos países de nascimento da dança moderna, como os Estados Unidos e a Alemanha, mas também na França, na Inglaterra e no Brasil. O público é convidado a colocar os “pedaços” juntos e extrair um significado para o trabalho de dança apresentado, tecer variados caminhos na construção de sentidos por meio da fruição dos espetáculos.
Ao contrário do ballet, uma dança tipicamente erudita, o jazz se caracteriza por ser uma dança bastante popular. Acredita-se que a manifestação da dança jazz tenha surgido paralelamente ao desenvolvimento da música jazz, o que remeteria os créditos da dança à parte da população negra americana, assim como se credita a origem do ritmo musical Jazz. A principal característica do jazz música é o improviso, a principal característica do jazz dança também é o improviso. Isso significa que há uma maior liberdade de movimento para a composição da dança, quando comparada às danças clássicas. Ainda assim, muitos de seus movimentos básicos têm origem no ballet clássico e na dança moderna. O Jazz é uma manifestação artístico-corporal que é influencia até hoje os espetáculos da Broadway. E por falar em Broadway ,traremos ao palco um dos mais marcantes músicais da Broadway Chicago o Musical, sua história é uma sátira à corrupção na administração da justiça criminal e ao conceito de “celebridade criminal.” O musical é baseado em uma peça teatral de mesmo nome, escrita pela repórter Maurine Dallas Watkins sobre criminosas reais e crimes que ela noticiou.
O ZOUK- que significa FESTA- é uma dança praticada no Caribe, principalmente nas ilhas de Guadalupe, Martinica e San Francisco, todas de colonização francesa. Já o ZOUK praticado no Brasil difere daquele que se vê no Caribe, assim como a própria lambada, pois entre nós sofreu influência de outras formas de dança. O ZOUK ´dançado com movimentos contínuos que resultam num passeio em liberdade melódica, com respiração nas pausas. Sua musicalidade e ritmo ensejam o romantismo e a amizade, fortalecendo um dos mais gratificantes prazeres da vida , que é DANÇAR.
Assim como a Vanera e a Vanerinha, nasceu de Origem Alemâ e se desenvolveu no Rio Grande Do Sul. Ao lado do xote, do bugio e do fandango, tornou-se uma das danças mais populares do Rio Grande do Sul e dos outros estados da região sul, Santa Catarina e Paraná, devido à migração de gaúchos para outras terras. Foi levada também a Mato Grosso do Sul pelos gaúchos que para lá partiram em busca de novas fronteiras agrícolas no século XX. Hoje pode-se encontrar grupos famosos responsáveis pelo ritmo na região centro-oeste. Hj é comum encontrar esse ritmo nas baladas de sertanejo em todo o país.
A música hoje chamada salsa é uma mescla de ritmos afro-americanos, tais como o sonmortuno, o mambo, Cha-cha-chá, e a rumba cubanos. Fontes dizem que a salsa nasceu nos bairros de Nova Iorque por volta dos 1971. Salsa, em castelhano, significa “tempero” e a adoção do nome quis transmitir a ideia de uma música com “sabor”. Em 2000, surgiu a primeira companhia especializada em salsa no Brasil, a Conexión Caribe Companhia de Danças, que, em 2001, criou o Encontro Nacional de Salsa, evento anual que, a partir de 2003, se transformou no Congresso Mundial de Salsa do Brasil, um dos maiores eventos do gênero no mundo.
O Axé, ou axé music, é um gênero musical surgido no estado da Bahia na década de 1980 durante as manifestações populares do Carnaval de Salvador, misturando frevo pernambucano, ritmos afro-brasileiros, reggae, merengue, forró, maracatu e outros ritmos afro-latinos1 . No entanto, o termo Axé é utilizado erroneamente para designar todos os ritmos de raízes africanas ou o estilo de música de qualquer banda ou artista que provém da Bahia. Sabe-se hoje, que nem toda música baiana é Axé, pois lá há o Samba-reggae, representado principalmente pelo Bloco Afro Olodum, o Samba de Roda, o Ijexá – tocado com variações diversas por bandas percussivas de blocos afro como Filhos de Ghandi, Ilê Aiyê e Muzenza, entre outros -, o Pagode produzidos por algumas bandas e até uma variação de frevo. A palavra “axé” é uma saudação religiosa usada no candomblé e na umbanda, que significa energia positiva. Expressão corrente no circuito musical soteropolitano, ela foi anexada à palavra em inglês music pelo jornalista Hagamenon Brito para formar um termo que designaria pejorativamente aquela música dançante com aspirações internacionais. Com o impulso da mídia, o axé music rapidamente se espalhou por todo o país (com a realização de carnavais fora de época, as Micaretas), e fortaleceu-se como potencial mercadológico, produzindo sucessos durante todo o ano, tendo como maiores nomes Daniela Mercury, Ivete Sangalo, Claudia Leitte entre outros.
É uma famosa dança praticada originalmente em diversas regiões do Oriente Médio e da Ásia Meridional. Tecnicamente os movimentos são marcados pelas ondulações abdominais, de quadril e tronco isoladas ou combinadas, ondulações de braços e mãos, tremidos (shimmies) e batidas de quadril , entre outros. De origem primitiva e nebulosa, datada entre 7000 e 5000a.C, seus movimentos aliados a música e sinuosidade semelhante a uma serpente foram registrados no Antigo Egito, Babilônia, Mesopotâmia, Índia, Pérsia e Grécia, e tinham como objetivo preparar a mulher através de ritos religiosos dedicados a deusas para se tornarem mães.

AULAS PARTICULARES Se o desejo é realizar aulas intensivas, aprimorar suas habilidades na Dança, ensaiar coreografias, indicamos as Aulas Particulares. Essas aulas podem ser realizadas individualmente ou em grupos. Ligue e informe -se sobre valores e pacotes. Descubra a vantagem de ser VIP!
 Confira nossa Grade de aulas abaixo Grade de aulas
  Unidade I – Alvarenga

Grade Alvarenga Atual

 

 

 

 

Grade de aulas Unidade II – São Caetano

Grade-Sao-Caetano-Atual-janeiro2016

 

 

 

 

Publicidade